Peça da companhia Candogas aborda ludicamente problemas ambientais em Belo Horizonte

Centro Cultural Lagoa do Nado (rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904, bairro Itapoã) recebe amanhã, às 16h, o espetáculo teatral “O Monstro de Lixo”, peça da Companhia Candongas inspirada em festas e brincadeiras populares e que apresenta uma fábula sobre os perigos ligados à falta de conscientização ambiental. A apresentação é gratuita.

Na peça, marujos brincantes percebem que a Santa Mãe Terra está doente. A causa é um terrível Monstro de Lixo, que cresce a cada dia. Os marujos então procuram socorrê-la combatendo o inimigo para salvar a humanidade. Na luta, eles se surpreendem ao descobrir quem é o verdadeiro malvado da história. A encenação lança mão de um universo fantástico e lúdico, com direito a um grande boneco do Monstro de Lixo. O objetivo é conscientizar pais e filhos sobre a necessidade de uma gestão de resíduo mais eficiente.

A companhia

Desde sua fundação em 1994, a Companhia Candongas dedica-se a estudar o teatro em suas múltiplas formas e manifestações. Seu principal objetivo é utilizar as artes cênicas como uma forma de expressão da cultura e do imaginário coletivo do homem, valorizando a cultura popular, em especial a brasileira. Seus trabalhos trazem a forte marca de um teatro aberto, que busca um contato mais intenso com os espectadores.