Espetáculo musical reúne dança, poesia e artes visuais no Palácio das Artes em BH

Música, dança, poesia e artes visuais é o que o público poderá conferir nos dias 3, 4 e 5 de agosto, no Grande Teatro do Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro) no espetáculo musical “Semente – A Bandeira do Porvir”, com direção geral de Márcio Borges e Cláudia Brandão. Diversos artistas participarão do evento, como os quartetos Boca Livre (Davi Tygel, Zé Renato, Maurício Mendonça e Lourenço Baeta), do cidade do Rio de Janeiro, e Cobra Coral (Flávio Henrique, Kadu Vianna, Pedro Morais e Mariana Nunes), de Belo Horizonte, com solos dos cantores Renato Braz, Cláudio Nucci e Helena Borges. Haverá ainda a participação da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, da Cia. de Dança Palácio das Artes e do Coral Infantojuvenil Palácio das Artes. Os ingressos já estão sendo vendidos a R$ 30 (inteira) e R$15 (meia), na bilheteria do teatro ou pelo site ingresso.com. O espetáculo acontece sexta e sábado, dias 3 e 4 de agosto, às 21h, e domingo, dia 5, às 19h.

As letras das músicas assumirão lugar de destaque durante as apresentações, ressaltadas por imagens gráficas e videopoemas. De acordo com a diretora Cláudia Brandão, “Semente” pretende reunir em cena música, dança e artes visuais, em atos interligados por textos e poemas, tendo como eixo temático o homem e suas relações com a natureza e o futuro do planeta, a partir de músicas selecionadas do cancioneiro nacional. “Este musical propõe envolver o espectador em sensações e emoções que o levem a refletir sobre o tempo e a existência”, comentou. O repertório recria 16 canções conhecidas da Música Popular Brasileira, como “Cio da terra”, de Milton Nascimento e Chico Buarque, “Semente do amanhã”, de Gonzaguinha, “Bandeiras”, de Sérgio Magrão e César de Mercês, e “Benke”, composição de Milton Nascimento e Márcio Borges, entre outras. Além disso, serão apresentadas duas versões de canções estrangeiras, “The Secret life of plants”, de Stevie Wonder, e “Heal the World”, de Michael Jackson.

As canções serão orquestradas pelos maestros Wagner Tiso, Maurício Maestro e Túlio Mourão e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais será regida pelo maestro Marcelo Ramos. A coreografia foi concebida e executada pelos bailarinos da Cia. de Dança Palácio das Artes, com direção de Kênia Dias e textos poéticos assinados por Márcio Borges, narrados em off por Milton Nascimento. Os cenários são do arquiteto e artista gráfico Gustavo Penna e serão compostos por projetores de fotos e efeitos especiais.

Serviço

Local: Grande Teatro do Palácio das Artes

Valor: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia entrada)

Duração: 1h50

Classificação indicativa: 12 anos

Informações para o público: 3236-7400.

Fonte: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Espetáculo musical reúne dança, poesia e artes visuais no Palácio das Artes em BH
4.8 (95.9%) 83 votos





Deixe seu comentário